TRIPS: TT ELEGÂNCIA

0


Inspirados em função da experiência pessoal de nossos fundadores no ramo do Entretenimento, a TT Elegância tem o claro propósito de ser muito mais do que uma mera empresa organizadora de eventos. Com o objetivo de criar verdadeiramente um ambiente propício para que  clientes, amigos e parceiros desfrutem toda a magia e experiência dos grandes eventos e festivais, sem abrir mão de um padrão de conforto e hospitalidade que são preparados com carinho, visando atender minuciosamente as expectativas do público.
Não importa se o evento for apenas um simples final de semana descontraído com os amigos na praia ou no interior, uma viagem curta ou durante todo um feriado prolongado, ou até mesmo um grande festival desses que ninguém quer ficar de fora, nosso compromisso será sempre o de criar condições para que nossos clientes usufruam ao máximo cada momento, dentro dos padrões de conforto e segurança previamente estabelecidos.

Minha primeira TRIP com a TT foi na tomorrowland desse ano, e foi mais uma das minhas experiências de 2016 que terá bis sempre!!
Além de uma galera linda, de bem com a vida, só energia boa, foi tudo muito organizado e o tratamento impecável.

Abaixo um vídeo para poder sentir um pouquinho do que essa turma apronta quando se junta! 

video




XXXPERIENCE - FESTIVAL

0
Música eletrônica..love u!
Ainda irei me casar ao som de Vini Vice!

Está chegando, o festival que mais esperei em 2016. Dia 12 de novembro meu coração vai parar saltitar, vai sair pela boca, vou dançar até meus pés doerem, pular como se fosse uma criança de 12 anos, vou dançar como se não houvesse o amanhã.!
- Bom..entenderam como gosto neh? sem exageros, será A festa!

Vem ver esse line!!


Conheça a história da xxx XXX, reserve sua alegria e disposição e venha fazer parte de mais uma linda história!
Ah! Tenho ingressos também ;)


Que tal uma trilha para aliviar o estresse? - Trilha do pai Zé.

0
Entre praia ou campo: praia!
Mas em matéria de relaxar, sem sair de São Paulo, a escolha da semana passada, foi fazer uma trilha.
Sem experiência nenhuma, apenas a vontade de conhecer e ter novas experiências, a escolhida foi a trilha do pai Zé.
Contato com a natureza, se afastar da loucura de São Paulo, e caminhar entre a flora e a fauna paulista.


 
A Trilha do Pai Zé é ideal para quem gosta de caminhadas com maior grau de dificuldade. Mas, apesar do esforço necessário para percorrer seus quatro quilômetros, a paisagem proporcionada do Pico do Papagaio (a 1.127 metros de altitude) é recompensadora. Além do contato com a floresta e o campo sujo (vegetação típica de área de Cerrado), os visitantes também podem observar trechos da região de Perus, na cidade de São Paulo, e do Rodoanel.
A trilha tem extensão total de quatro quilômetros, com subidas e descidas bastante íngremes e transposição de pedras grandes. O percurso começa por um trecho com piso de paralelepípedo, que logo se transforma em um trilha com Mata Atlântica mais fechada. Após cerca de dez minutos de caminhada, o visitante chega ao Vale dos Palmitos, com várias palmeiras juçara (espécie em extinção) e um riacho ao lado.
Em seguida, o visitante transpõe algumas rochas e chega a uma pequena capela que foi construída na época em que no local funcionava uma fazenda. Mais à frente, o solo ganha uma característica diferente, com terra escura e úmida chamada “turfa”, que praticamente encerra um extenso trecho de subida e dá início a transição da Mata Atlântica mais fechada (tecnicamente classificada como Mata Ombrófila Densa) para o campo sujo característico do Cerrado.Cerrado:tipo de vegetação que ocorre no Planalto Central Brasileiro e em certas áreas da Amazônia, do Nordeste e do interior do Estado de São Paulo, em terreno geralmente pla­no, caracterizado por árvores baixas e arbustos espaçados, associados a gramíneas. As espécies deste tipo de vegetação apresentam troncos e ramos acentuadamente tortuosos e acinzentados.
A vegetação passa a ser mais baixa (arbórea), a terra mais seca e o visitante fica bastante exposto ao sol. Um novo trecho de subida por rocha tem de ser vencido (há apoio de degraus em alguns pontos) para finalmente chegar à Estrada Turística do Jaraguá. Desse local, avista-se o Pico do Papagaio e a região de Perus. Para quem ainda não está satisfeito (pois a trilha acaba na estrada), há a possibilidade de esticar a caminhada até a área dos mirantes do Pico do Jaraguá (1.135 metros de altitude).
Uma curiosidade: a Trilha do Pai Zé tem esse nome por ter sido um caminho utilizado no século passado pelos frequentadores de um centro espírita em que um médium incorporava um espírito identificado como Pai Zé.








Esporte: pára-quedas. Vamos?

0
De repente...acordei com uma vontade enorme de me desafiar.
A rotina é cansativa, e temos a tendência de nos acomodar com o que não incomoda.
Morria de medo de altura, quis saltar pra acabar com isso. Porque não? - pensei, enquanto pesquisava escolas confiáveis para saber o que é adrenalina de verdade. O que de pior poderia acontecer, além de um acidente (estamos sujeitos a isso em qualquer lugar), seria ter uma péssima experiência, ou até mesmo amarelar lá em cima e querer descer o mais rápido possível sem conseguir saltar.
E o que nos move, senão nossas curiosidades e experiências?
Você vive ou sobrevive? - foram as perguntas que fiz para mim mesma.

Chega de mimimi, vamos ao que realmente interessa. O salto.


As 9 da manhã, estava em Boituva, saltei pela escola  Queda Livre com os instrutores Kaio Parra e Kauê Parra. Duas pessoas incríveis, que me ajudaram a respirar fundo e enfim, sentir o que eu tanto esperava.
Ter tomado a decisão de saltar foi umas das minhas melhores escolhas na vida, não há dinheiro que pague sentir aquele turbilhão de sensações.
Quando você finalmente decide saltar, é inevitável imaginar como será do começo ao fim, lembro que dormi apenas 4 hrs, pois passei a madrugada vendo vídeos no youtube de saltos. Todas as chances de tragédias, passaram pela minha mente, e eu ficava parada olhando para o céu, esperando chegar minha vez.
Entramos no avião, entrei primeiro na esperança de me sentar no fundo e ser a última a saltar...quando já estavamos há uns 15 minutos de vôo, eis que o Kaio me diz: vamos Rê, você será a primeira. realmente não consigo descrever o que senti nesse momento.
Achei que ele fosse contar..1...2...3 vamos! Mas a contagem foi na minha mente, não cheguei no número 2 e pasmem! Lá estava eu, a moça que tinha medo de alturas...em queda livre por alguns segundos!
Céu azul, estava um dia lindo, muitas nuvens, muito vento e lá fora somente a paisagem do Google earth! rs.
Explicar com palavras é muito diferente, imagina que a minha reação seria chorar, gritar por socorro, me sentir mal..mas...para o meu espanto, eu estava lá, sorrindo tanto que a lágrima era de felicidade por ter conseguido vencer o meu medo, eu ria, gargalhava, gritava: pqp, eu consegui! eu consegui!
Fizemos um loops no paraquedas, a sensação é de tontura e indescritível, e ao pousar a minha vontade era de subir novamente e saltar mais umas 10 vezes!
Se você chegou até aqui, é porque se interessou pelo salto, e a minha dica para todos é: salte!!! Mas salte o quanto antes! Vá hoje, amanhã, quando quiser e puder. Presenteie quem você ama com um salto. Garanto: é uma sensação única, que todos deveriam ter.

video